04. Ohxalá (feat. Spike) - Urubu Violeta

from by Ohxalá

/

about

*PTB*
Ohxalá é o projeto musical de um duo português: Maria & Luís. Maria é técnica de impressão num laboratório fotográfico e Luís é programador de websites. Ambos dedicam muito do seu tempo livre à música e à fotografia. Dessa dedicada e paralela paixão nasceu a vontade de tornar vivo aquilo outrora vivido na aventura do duo pela Alemanha em 2016. Tal viagem é o ponto de partida deste enredo. Em sua volta às terras portuguesas, ávidos por informação, uma efervescente e inspiradora vontade de investigar e absorver se instaurou na dupla. Era uma necessidade de percorrer outros tempos, outros povos.

O nome “Ohxalá” vem da expressão árabe “‘in sha’ allh”, cujo significado é “se Deus quiser”, que é utilizada como interjeição para expressar o desejo de que algo aconteça. Mas também é uma referência ao pai Oxalá, orixá associado à criação do mundo e da espécie humana. Maria e Luís recorrem bastante ao imaginário das religiões de matriz africana como inspiração para os elementos de suas músicas. Dessa conexão e resgate veio à tona o debut EP da dupla: “O Futuro do Passado”. O trabalho faz alusão à importância da preservação histórica dos rituais, dos cânticos, das tradições e costumes dos povos antigos. Música transcendental, música que alimenta a mente, o corpo, o coração.

O EP foi concebido em quatro faixas. “Ossâim” é um encontro com o Deus das florestas e das flores. Neste pedaço de selva sonora o duo nos convida a embarcar na mata, o ritual já começou. Na sequência aparece “Sarvará”, um edit de uma faixa do brasileiríssimo Projeto Mujique; dessa ponte Brasil-Portugal surge esta segunda faixa, um cântico a Oxalá. “Ovoavoa” é um convite à libertação e ao festejo da vida e do amor. Um convite para sorrir e dançar livremente. “Urubu Violeta” finaliza o recorte temático. É uma “ilustração musical” de um poema original do ator Rui Queirós de Matos, conhecido como Spike, que dá voz à composição mais futurista do EP. Com uma sensação orgânica que é o resultado de uma empolgante sobreposição, os portugueses recém-chegados entregam uma produção cósmica, renovada, singular e emocionalmente rica, cheia de mãos e intenções.

“O Futuro do Passado” é uma vívida introdução ao recorte temático explorado por Maria e Luís. Com uma cena downtempo étnica ainda embrionária, Portugal parece contribuir fortemente para a extrapolação artística do duo. Uma infinidade de perspectivas e cores, unida a um forte embasamento rítmico, faz desse projeto uma experiência musical única. Com essa divertida busca de maneiras de se expressarem através da música popular, Ohxalá entrega de uma maneira singular um pacote sonoro que nos faz refletir sobre o passado e olhar para o futuro sem medo.

*ENG*
Ohxalá is the musical project of a Portuguese duo: Maria & Luís. Maria works as a printing technician in a photo lab and Luís works as a website programmer moreover both devote much of their non-working hours to music and photography. From this dedicated and parallel passion started the will to make it alive somehow and, consequently,it had been growing faster particularly since the recent adventure of the duo in Germany in 2016. Such a journey is the starting point of this plot. On his return to the Portuguese lands, eager for information; an effervescent and inspiring will to investigate and absorb settled in the duo. They are in need of a call to go through other times, other peoples; which have completely overwhelmed them.

The name Ohxalá comes from the Arabic expression “ 'in sha' allh ”, whose meaning is “God willing”, which is used as interjection to express the desire for something to happen. Nevertheless, it is also a reference to the father Oxalá, orixa associated with the creation of the world and of the humankind. Maria and Luís make distinguished use of African-born religions' "imaginarium" as a basis for inspiration in the elements of their music. This connection and rescue came to light their debut EP: "O Futuro do Passado EP" (“The Future of the Past”). The work alludes to the importance of the historical preservation of the rituals, songs, traditions and customs of the ancient peoples. Music that's transcendental, music for your mind, body and heart.

The EP includes four tracks. “Ossaim” is an encounter with the God of the forests and the flowers. In this piece of jungle-sound the duo invites us to embark in the woods, the ritual has begun. In the sequence appears “Sarvará”, an edit of a track of the very-very Brazilian ProjetoMujique; of this bridge Brazil-Portugal appears this second track, an electronic ode to Oxalá. “Ovoavoa” is an invitation to the liberation and celebration of life and love. An invitation to smile and dance freely. “Urubu Violeta” finishes the thematic clipping. It is a “musical illustration” of an original poem by actor Rui Queirós de Matos aka Spike that gives voice to the more futuristic composition of the EP. With an organic feel that is the result of an exciting layering, the Portuguese newcomers deliver a cosmic, fresh, unique and emotionally rich production of intentions.

“O Futuro do Passado” is a vivid introduction to the thematic clipping explored by Maria and Luís. With a down tempo ethnic's scene still embryonic Portugal seems to contribute strongly to the artistic extrapolation of the duo. An infinity of perspectives and colours, together with a powerful groove feeling make this project a unique sound experience. With the incessant search for ways of expressing themselves through popular music, Ohxalá delivers in such a different way a sound package that make us reflect on the past and look to the future without fear.

Ohxalá:
Facebook: www.facebook.com/ohxala/
Soundcloud: soundcloud.com/ohxala

credits

from O Futuro do Passado EP, released May 1, 2017
Agradecimentos:
"Vitor Aguiar nosso Olorum, um dos impulsionadores deste projecto e criador do lindo logotipo de Ohxalá.
Ao Projecto Mujique, Rui Queirós de Matos aka Spike. Helder Dias pela arte da capa. À Casa Caos (Moisés), Tropical Twista e todos os que tem apoiado e influenciado a nossa música. Bem hajam, Axé!"

Créditos:
Art: Helder Dias.
Master: Andreh Torres @ RD Studio, Brazil.
Voz: Faixa 04 - Rui Queirós de Matos.
Contém samples da obra do documentarista Ricardo Esposito.


Credits:
Art: Helder Dias.
Master: Andreh Torres @ RD Studio, Brazil.
Voice: Track 04 - Rui Queirós de Matos.
Contains samples of the work of documentarist Ricardo Esposito.

Special Thanks:
"To Vitor Aguiar our Olorum, one of the promoters of this project and creator of the beautiful Ohxalá's logo. To Project Mujique, Rui Queirós de Matos aka Spike. Helder Dias by the cover art. To Casa Caos, Tropical Twista and all those who have supported and influenced our music. Bem hajam, Axé!"

tags

license

all rights reserved

about

Casa Caos Brazil

Brazilian based netlabel of passionate, chaos­contaminated bodies.

contact us at casacaos@live.com

contact / help

Contact Casa Caos

Streaming and
Download help

Redeem code